Buscar
  • Rede + Comunicação

UVS Sotero Ambiental | Ações da Educação Ambiental

Durante o final de semana, de 23 a 24/11, a equipe de Educação Ambiental da Sotero Ambiental levou conhecimento para a população de Salvador através de dois grandes eventos.


No sábado aconteceu em Itapuã o projeto “Chega Junto Comunidade” um evento realizado pelo Jornal Correio em parceria com a subprefeitura do bairro. Onde promoveu uma série de serviços que foram oferecidos gratuitamente a toda a população, somando cerca de 545 atendimentos além de levar muita diversão e conhecimento para a comunidade.


O setor de Educação Ambiental da Sotero chegou junto realizando algumas atividades na Creche e Pré-Escola Primeiro Passo Itapuã Malê Dabalê, atividades essas que foram divididas em dois momentos:


Nas oficinas foram demonstrados como confeccionar artesanatos utilizando revistas, jornais, garrafas de vidro e dentre outros matérias, por meio de técnicas de reutilização e reciclagem. Ressaltando os 3 R’s e mostrando as inúmeras possibilidades de economia criativa que são desenvolvidas ao se trabalhar com resíduos que são tratados como lixo e aparentemente não se tem valor agregado. Os artesanatos desenvolvidos nas oficinas foram: Bolinhas de sabão, estrelas natalina e anjinhos de natal.


Além disso foi realizado também um processo de conscientização sobre o ECOPONTO que será implantado no bairro, fazendo parte das ações de modernização da gestão de limpeza urbana da cidade. Onde foi passado para os participantes informações sobre os dias de descartes e também sobre compostagem.


Já no domingo a equipe de Educação Ambiental levou até o projeto “Boa Praça” um espetáculo teatral com tema “A menina do lacinho azul” tendo como objetivo conscientizar crianças, adolescentes e adultos sobre o descarte adequado dos resíduos e a eliminação dos focos de Aedes aegypti.


Vale ressaltar que os fantoches que são utilizados nas peças foram construídos com os materiais reaproveitados pela equipe, com o objetivo de conscientizar, especialmente, as crianças sobre o reaproveitamento. Salientando a coleta seletiva e levando em conta a problemática local do descarte inadequado e sua relação com doença da dengue.


Os participantes de ambas ações passaram um feedback bastante satisfatório onde os mesmo elogiaram a palestra mostrando interesses nos assuntos e vontade de colocar em prática o que foi aprendido.


25 visualizações0 comentário