Buscar
  • Rede + Comunicação

Muita fé, multidão e trabalho duro na Lavagem do Bonfim

Segunda maior manifestação popular de Salvador, a Lavagem do Bonfim teve início em 1773 quando os senhores portugueses, da Irmandade dos Devotos Leigos do Senhor do Bonfim, obrigaram seus escravos a lavarem a Igreja para a festa e, também, a aderir ao catolicismo. Para manter suas crenças e tradições, esses escravos passaram a associar as divindades cristãs com entidades do candomblé. Teve início então a tradicional festa do sagrado e profano baiano.

Na última quinta-feira (12), aconteceu mais uma edição da Lavagem da Igreja do Senhor do Bonfim. A tradicional festa que reuniu mais de 500 mil pessoas ao longo dos 08 km de seu percurso gerando mais de 100 toneladas de resíduos. A Revita Salvador, mais uma vez esteve presente, atuando com 18 Caminhões Compactadores, 120 agentes de Limpeza, 18 Motoristas e 54 Coletores, após a atuação destas equipes, foi a vez dos caminhões pipas realizarem a lavagem final do Bonfim.


0 visualização