Buscar
  • Rede + Comunicação

Informativo da Equipe Administrativa da UVS Essencis Betim | Golpe do falso depósito!

Estelionatários estão aplicando um novo golpe no mercado com foco em empresas. O golpista efetua um falso depósito e solicita o estorno do valor, alegando que a quantia foi depositada incorretamente e que necessita da devolução do mesmo com urgência para suprir uma necessidade. A quadrilha é bem preparada e aumenta a cada dia o número de empresas vítimas desse golpe.

O caso aconteceu na unidade da UVS Essencis Betim, no mês de novembro/2017, onde o falsário efetuou um depósito de R$ 32 mil reais na conta da Essencis MG através de cheque, em seguida ligou para a empresa solicitando o estorno do valor, alegando que ocorreu um erro na digitação da conta e que o valor deveria ser destinado a um fornecedor. Conforme procedimento, o funcionário que recebeu a ligação entrou em contato com o setor financeiro da SSI para obter informações sobre como proceder nesses casos; o mesmo foi orientado a aguardar ate o dia seguinte quando poderia verificar se o valor realmente “entraria” na conta, o que não ocorreu!

Segue relato do colaborador que foi contatado pela quadrilha:

“Quando recebi a ligação, o falsário contou uma historia bem convincente: - Amigo, te enviamos um e-mail a pouco, consegue verificar? Estamos desesperados, minha esposa efetuou um depósito incorreto na conta da sua empresa, no momento de digitar a conta ela colocou um numero incorreto, eu já briguei com ela por conta deste erro, este valor seria um pagamento de um fornecedor que esta com duas carretas paradas em meu pátio, sei que sua empresa é grande e graças a isso sei que vocês devolverão o valor.

O golpista me enviou um e-mail com histórico de uma conversa entre ele e um fornecedor, onde negociavam um trabalho no valor de R$ 32.000,00. Informei que verificaria a possibilidade da devolução junto ao setor responsável e que o processo seria um pouco demorado, pois era necessário o cadastro de documentos do mesmo para efetuarmos o estorno. O falsário não aceitou a condição e insistiu que necessitava do valor na parte da manhã para que o fornecedor não retornasse com a carga. Graças ao apoio do setor financeiro da SSI/ CSC que me alertaram quanto à possibilidade de se tratar de um golpe, pude contornar a situação e finalizar o atendimento. Fica o alerta a todos do grupo, desconfiem quando aparecer depósito bancário de pessoa física ou jurídica com a qual nunca teve relação comercial. Veja com o banco se o dinheiro realmente entrou na conta. Sem isso, não faça qualquer estorno ou concretize negócio.”

Crédito: Patrick Gomes, Financeiro da UVS Essencis Betim.

0 visualização