Buscar
  • Rede + Comunicação

Fé, perfume, flor e muito trabalho no dia de Iemanjá

No dia 02 de fevereiro o bairro do Rio Vermelho se torna um espaço de devoção e festa para baianos e turistas que estão na capital soteropolitana.

Ofertas e bilhetes com pedidos em balaios são levados para o alto mar de modo a agradecer a Iemanjá, a rainha do mar. Durante os festejos, foram disponibilizados 22 agentes das 07:00 as 15:20, para fazer a manutenção de limpeza no circuito da festa, executando os serviços de varrição e ensacando todos os resíduos,  coletados pelo triciclo, uma vez que as vias estavam interditadas para passagem do compactador, em função do grande fluxo de pessoas transitando na festa.


A limpeza da festa efetivamente aconteceu quando o público começou a dispersar. Com isso, 66 agentes de limpeza entraram no circuito por volta das 23:00 para executar a limpeza do local. Foram disponibilizados 8 compactadores para coletar os resíduos da festa, onde o saldo final de produção de resíduos foi de 32 toneladas coletadas. Na fase final da operação, entraram os caminhões pipas para deixar todas as vias do bairro tão perfumadas quanto com cheiro de alfazema característico dos presentes ofertados a rainha do mar.

2 visualizações