Buscar
  • Rede + Comunicação

CRVR | Formando líderes através do Programa de Trainee

A CRVR é a pioneira no desenvolvimento do Programa de Trainee da Solví, junto a Academia de Excelência o setor de Recursos Humanos da empresa gaúcha tomou a dianteira e tirou do papel este grande projeto. Desde janeiro deste ano os jovens profissionais têm passado por diversas atividades que fazem parte do Programa, o qual tem como principal objetivo a formação de líderes prontos para atuar no negócio.


Reconhecimento das áreas


Durante o primeiro semestre, a jornada dos trainees proporcionou uma imersão nas áreas operacionais e administrativas das unidades onde os trainees estão alocados através de job rotation. A engenheira ambiental, Luiza Lamb, vem desenvolvendo seu trabalho na UVS da CRVR em Santa Maria, unidade que conta com plantas de osmose reversa para tratamento de lixiviado – que é um dos focos do seu projeto. Além disto, a engenheira pode conhecer de perto as UVS's de São Leopoldo e de Minas do Leão.


Já Matheus Gentelini – também formado em engenharia ambiental, está alocado na unidade de São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre, e assim como Luiza, visitou a UVS de Minas do Leão, unidade que conta com as empresas Biogás e Biotérmica, equipada com a mais alta tecnologia para geração de energia elétrica através do biogás gerado no aterro.

Matheus também participou das Rodas de Conversa com a comunidade nos munícipios de Victor Graeff, cidade sede da nova unidade da empresa que deve iniciar suas operações no mês de junho, e de Minas do Leão, que possui a comunidade que está a mais tempo em contato com a empresa.


Dentre as atividades desenvolvidas dentro da CRVR, os trainees formam um ponto de apoio aos estagiários, auxiliando em suas atividades referentes ao Programa de Estágio e ajudando na construção das apresentações para a Jornada de Estágio Solví Sul, a qual aconteceu no mês de abril.


Além das portas da CRVR


Os trainees tiveram a oportunidade de participar de Feira Internacional de Negócios e Tecnologias para o Meio Ambiente – FIEMA, em Bento Gonçalves, representando a empresa e realizando contato direto com os clientes e público do evento.


Na área acadêmica, elaboraram um trabalho para o 1º Congresso Sul-Americano de Resíduos Sólidos e Sustentabilidade – ConResol, com apresentação prevista para o mês de junho em Gramado. O artigo aborda um dos maiores projetos de cunho social da CRVR, o projeto teatral Terra à Vista. O espetáculo é voltado para o público infantil e aborda, através do teatro, a questão social relacionada à produção e à reciclagem do lixo, e já percorreu mais de 70 municípios no Rio Grande do Sul, beneficiando mais de 25 mil pessoas em 74 apresentações.


Plano de Desenvolvimento Individual


Todas estas atividades fazem parte de seus Planos de Desenvolvimento Individual (PDI), que incluem também filmes, cursos, leitura de livro, canalizadas ao desenvolvimento de competências alinhadas as rotas estratégicas da Solví. Além disso, o desenvolvimento do programa de trainee está baseado em um projeto prático com foco nos desafios estratégicos da empresa.



Sobre os Trainees da CRVR


Luiza Sartor Lamb é formada em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e está focada no projeto de tratamento de efluentes, que contempla a gestão do chorume, que de acordo com ela é “um dos maiores desafios dentro dos aterros sanitários da CRVR”. Segundo a engenheira o Rio Grande do Sul é um estado carente de empresas especializadas em tratamento de efluentes industriais, apresentando um mercado de grande potencial para o desenvolvimento de inovações que atendam esta demanda. “Venho para apoiar na solução do processo crítico para tecnologias de tratamento de chorume e efluentes, garantindo maior segurança no negócio”, afirmou.


Matheus Gentelini Namiuchi é formado em Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e atua no projeto de logística da CRVR, que possui como objetivo a diversificação do negócio, contribuindo para a consolidação de clientes através da redução do custo de transporte de resíduos dos municípios até às UVS’s através da implementação de estações de transbordo de resíduos. “Com a ampliação sobre a visão estratégica da gestão de resíduos no Rio Grande do Sul, a CRVR tem a oportunidade de otimizar as operações em seus aterros regionais, e em um outro momento, ter seus transbordos como um ponto de referência no recebimento de quaisquer tipos de resíduos”, explicou Namiuchi.

De acordo com o engenheiro, o projeto tornará a CRVR uma empresa modelo para soluções em resíduos no estado. “Estar envolvido num projeto como este, além de desenvolver alianças e parcerias com as diversas áreas da empresa e do grupo, contribui para o aperfeiçoamento de habilidades e competências na área”, contou.

128 visualizações0 comentário